mapa

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Até quando?



Até quando?

Até quando você pode suportar as cobranças? Até quando terá de aguentar que eles digam o que você deve ou não fazer? Até quando permitirá que eles escolham o que você veste, o que você come, seu corte de cabelo, os livros que são bons ou ruins, ou seja, seus valores? E principalmente, até quando você vai continuar fazendo papel de palhaço, sacrificando-se para ser legal com os outros, mendigando atenção?
É hora de acordar! Parar de seguir modas e tendências externas, a única tendência que você pode seguir é a tendência da sua alma, ela é a única que te conduz ao contentamento, mas ao invés disso você insiste em comprar roupas da moda, eles te manipulam tão facilmente, você acha que está fazendo sucesso, quando na verdade é um fracasso, um fracasso como ser, o ego se enche e o eu fica perdido. Eles dizem o que você vai vestir neste verão e você apenas obedece, não quer escutar os sussurros da alma, no fundo você nem gosta da roupa, mas compra para agradar aos outros, quer ser "melhor", não assume seus gostos porque morre de medo de parecer diferente, estranho. Por isso eu admiro as pessoas exóticas, estranhas e esquisitas. Elas carregam consigo sua dignidade, ousam não gostar do que todos gostam, ousam remar contra a maré, merecem reverências, com certeza! Originalidade é tudo!
Eles também ditam os livros e filmes que você deve assistir, os vestibulares cobram sempre os mesmos livros, eu não tenho nada contra esta literatura, mas nunca a coloquei num patamar superior, sempre evitei os livros da escola, ou os lia com um desdém apenas para tirar minhas notas, e é assim o tempo todo, não me agradava ler esses livros pelo simples fato de que eu deveria ler, definitivamente temos o direito de questionar nossos deveres, a palavra "deveria" é tão limitadora, pense em quantos livros você poderia ter lido! Existem milhares, milhões, para todos os gostos, mas você permitiu que eles escolhessem o que você deveria ler. Submeteu-se ao que eles acham que é bom, a vontade deles. Todos nascemos com o poder de questionar, o poder de escolher, mas poucos usufruem deste poder, você tem esse poder, mas eles conseguiram! Depois de anos trabalhando na sua mente, eles te limitaram, na verdade a manipulação é tanta que eles fizeram com que você mesmo abdicasse a esse poder. A leitura é fenômenal, desde que você leia o que precisa ler no seu nível de evolução, ninguém pode saber o que você precisa ler além de você mesmo! Para aprender precisamos ser curiosos, para ser curiosos precisamos ser grandes questionadores e isso nos trás originalidade! Questionar, escolher, pensar por sí descartando as opiniões dos outros, isso te faz único, você nasceu para ser único.
Mais uma vez, digo que a solução de tudo está no controle de seu ego, deixe o ego ruir, deixe sua vontade fluir, não tente se moldar para agradar ninguém além de você mesmo, o contentamento não mora nos outros, você não deve nada para eles e quanto mais você tentar agradar o que está fora, menos agradará o que está dentro, ou seja: seu ser. O ego se preocupa com sua imagem, com "o que eles pensarão?" deixe que te chamem de burro por não ter lido Dom Casmurro, deixe que te chamem de feio por não vestir Nike ou por não usar o penteado da moda, deixe que te chamem de estranho porque é isso que você é no seu interior, todos nós somos estranhos uns para os outros porque todos somos diferentes. Tenha coragem de mandar os outros para merda, pare de se importar com o que eles estão pensando ou deixando de pensar, deixe que criem antipatia por você, isso é bom! Quando somos únicos obviamente não agradamos a todos, agradamos apenas a quem gosta realmente da gente, agradamos a quem não se importa com o que vestimos, lemos ou falamos, agradamos a quem nos aceita como somos, agradamos as pessoas certas! As pessoas erradas que se fodam! Essas pessoas nem combinam com você, percebe? Depois que você se assume como é, depois que você se aceita, isso se torna muito claro, transparente como a água, daí você percebe quanto tempo perdeu tentando ser "legal", tentando ser medíocre! Se você está tentando ainda e não está tendo sucesso, agradeça! Agradeça pelo seu não sucesso, agradeça sua impopularidade, isso é uma benção, um recado para você desistir! Desista de toda essa merda agora! Seja livre! Não deseje ser amado por eles, não seja carente!
Depois que você entende isso, depois que você abandona essa manipulação, tudo muda! Você se sentirá finalmente único, não será melhor, nem pior, mas saberá que é único, e no final verá que era isso que precisava, mesmo que ninguém além de você mesmo reconheça sua originalidade, mas te garanto que no final, as pessoas despertas como você, também o reconhecerão e irão lhe admirar pela sua ousadia. Depois de aceitar e desistir das regras do ego, finalmente seu ser, sua alma, sentirá vitória. Só existe esse tipo de sucesso no mundo, o sucesso do ego é uma ilusão, o contentamento do ser é a verdade. A vitória da alma só vem depois do fracasso do ego. Até quando um ser humano se permite ser dominado pelos outros? Até quando ele continua dominado pelo próprio ego.

"Quem pode restituir à vida o que tão morto nos parece?

Só quem sintoniza com a alma do Infinito! -Só quem não busca o seu próprio ego, mas demando o seu Eu real,mesmo quando tudo lhe falta.

Aquele que segue o Caminho Perfeito não deseja estar cheio de coisa alguma.

E por não estar cheio de si mesmo pode parecer que está gasto, inútil e desprovido da perfeição temporal dos homens.
"

Lao Tsé

16 comentários:

Grazi disse...

Hum... Acho que há duas coisas bem diferentes aqui.
A questão da sociedade impor a moda, o comportamento e afins; e a educação.
Bem, a moda que exploda-se, os comportamentos que fodam-se... Mas... Essa coisa de educação, não dá para ser tão radical. Muita coisa realmente não me agrada nisso, leituras obrigatórias e tal... Só que acho que não dá para cada um sair lendo o que quer na escola. Já que, na nossa sociedade precisamos ser avaliados para passar de ano.
Sei que é justamente isso que faz muita gente desistir dos estudos, mas...

Não vou me estender, senão daqui a pouco escrevo em texto em anexo. :P

P.S.: Nunca li Dom Casmurro, nem nada do tipo. ^^

Cesão disse...

Olá Grazi!
Acontece que a escola é uma alienadora, ainda mais com o sistema educacional do jeito que anda!
Para que a escola te prepara?
Para viver em sociedade, se o preparo fosse bom, a sociedade não estaria doente!
A escola hoje em dia prepara o jovem para competir com os outros, para passar os outros para trás, o colegial é totalmente voltado para o vestibular e não para a formação de um cidadão crítico, com opinião própria!
A escola só me ensina porcaria! Quantas pessoas não sofreram lá?
Os alunos só aprendem a tirar sarro um do outro, passar os outros para trás... etc...

Muito obrigado pelo seu comentário Grazi, saiba que é sempre bem-vinda!!! :)

Grazi disse...

Pois é...
Como mudar isso?
Não de uma noite para a outra, até pq tudo essa merda demorou para se formar.
Então, por enquanto, 'nós' [os alunos] temos que continuar nela, afinal, dependemos dela para o curriculo.

Muita coisa necessita mudar...
A educação principalmente!
E a maneira que ela está, é um dos motivos para mim não seguir minha carreira como professora.

Fico na espera da mudança...

Cesão disse...

Então você também é uma professora?

Grazi, concordo com tudo o que disse, exceto que devemos esperar, deixe a mudança acontecer por dentro, para depois acontecer por fora, mas ficar esperando não muda... acho que esperar e mudar estão na verdade um em cada oposto!

Ana Karina Fainascki Panzoni disse...

Olá!!!
tudo bem?

descobri o seu blogger por acaso. adorei seu blogger e seus textos, muito verdadeiro, por isso eu te linkei. vem me fazer uma visita, quando tiver um tempinho e comente.

Beijinhos,
Karina.

Cesão disse...

Karina!
Seja sempre muito bem-vinda, espero receber mais comentários seus por aqui!
Muito obrigado!
Beijos!

Grazi disse...

Opa, sou professora sim, mas só pelo magistério, seria iniciais e educação infantil...

Bem, a questão é que é complicado agir da noite pro dia, isso seria anarquia.
Apenas acho que a mudança vai ser lentaaa, beeem lentaaa.
Mas estou do lado dela. :)


Beijão!

Cesão disse...

Ah!
Que fantástico!
Você chegou no ponto eu queria chegar!
Seria Anarquia sim!!!
É esse o ponto, ir contra a sociedade é ser anarquista, a anarquia é uma expressão de amor próprio!
Meu próximo texto foi falar justamente disso, anarquia e amor!

Grazi disse...

Pois é. Eu já sou contra a anarquia, acho que as coisas devem ser feitas a longo prazo, digo, com calma e não da noite pro dia.

Quem sabe as conseqüências de uma anarquia?
Assim como as conseqüências a longo prazo podem ser piores ainda.
Podemos continuar da mesma maneira, eu sei, nenhuma das opções para mim é confiável, mas a anarquia, para mim, estaria fora de cogitação para a solução desse problema.

O texto sobre anarquia e amor é o de cima?
Ainda não li. Risos... :P
Creio que lerei quando tiver mais tempo.

Abraços.

Cesão disse...

Anarquia é apenas um estágio de aceitação e amor, não é uma revolução da noite para o dia, anarquia só poderá ser concebida em uma sociedade onde todos se aceitem como iguais.
Simples assim.
É uma iluminação da sociedade que só vem depois que cada um dos seres dessa sociedade estiverem iluminados individualmente.

G.S disse...

Pois é...
E como o povo se ama muiito, dá para imaginar quando isso vai acontecer.

Processo mais lento do que o que eu acredito... Risos...

Até.

Cesão disse...

Com certeza!
Muito distante, antes disso acredito que a humanidade ainda vai afundar mais um pouco.
Mas devemos agir a partir de agora, nem nossos bisnetos viverão para ver isso, mas temos uma parte fundamental neste futuro que um dia chegará!
O desafio hoje é amar a sí mesmo, aceitar a sí mesmo, se conseguir fazer isso, estará ajudando a todos!

Ne disse...

"Tenha coragem de mandar os outros para merda, pare de se importar com o que eles estão pensando ou deixando de pensar, deixe que criem antipatia por você, isso é bom!" Acho que não há necessidade de tentar agradar ninguem, mas também não se pode exagerar e tratar as pessoas ao seu redor mal. Respeito é fundamental para se viver em sociedade.

Ninguem manda vc ler, vestir ou fazer coisas a vida toda. Bem, quando adquirimos independencia (principalmente financeira) somos mais 'livres' para decidir o que é 'melhor' para nós mesmos... Mas acho importante que as pessoas façam coisas 'padronizadas' para entender as 'regras' da sociedade, principalmente até o fim da adolescencia... Aprendizado é algo extremamente complexo, não acho que as escolas são boas, mas também acho que é impossivel se ensinar a viver, então ensina-se cultura...

Quanto à ousadia, não gosto... Geralmente, as pessoas ousadas são pessoas que querem se mostrar (tentando saciar seu desejo do ego, como suas proprias palavras). Querem ser diferentes, não pq o são, mas para se destacar... Prefiro gente com arrojo/coragem/obediencia aos proprios sentimentos/amor (? não sei definir que palavra devo usar aqui!) para viver livre...

Cesão disse...

As vezes não existem palavras...
As vezes pego palavras emprestadas, que nem significam a metade do que quero comunicar... coisas da razão...
Obrigado pelos comentários!

Andressa. disse...

Quem sao 'eles'?

Cesão disse...

"Eles" são todos que não são "você"!
Toda a sociedade...
É necessário saber divider "eles" do "eu", um "eu" com "eles" é o seu ego!
Vencer "eles" é vencer o próprio ego!
Abraços!